Projeto Bombeiro Azul no CBMPA

  

O Corpo de Bombeiros do Pará deu apoio ao "Projeto Bombeiro Azul" na manhã de hoje, 04, o primeiro evento que foi organizado pela Gleicy Paes, professora do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais do Instituto de Ensino de Segurança Pública do Pará e pela corporação dos Bombeiros.

  

"Hoje é o primeiro evento do 'Projeto Bombeiro Azul', realização de uma parceria com o CBMPA um projeto lindo que veio para ficar, é um sonho que está se tornando realidade, é tão especial porque queremos que as crianças se tornem aceitas em todos os lugares, elas são especiais, os bombeiros pra eles são um herói e poder participar dessa vivência é incrível. O Projeto Bombeiro Azul iniciou com uma troca de carinho. Hoje nossos corações se tornaram azul e vermelho. Sou imensamente grata ao Comandante Geral, Coronel Zanelli que nos abraçou e nos aceitou". Afirmou, Gleicy Paes.

O Projeto Bombeiro Azul é uma retribuição de carinho e afeto do CBMPA, ele surgiu quando Gleicy Paes teve uma filha e a criança foi sempre bem querida pelos militares, após descobrir que sua filha tinha autismo o tratamento dos bombeiros pela Karin Paes de 6 anos não mudou. E o Corpo de Bombeiros Militar do Pará viu a necessidade de dar apoio a causa.  

  

"Ela nasceu aqui e sempre foi aceita pelos bombeiros antes mesmo deles saberem que ela era autista. Desde pequena ela conhece os bombeiros e tem um amor imenso por eles. Nós queríamos levar essa vivência para outras crianças, e foi isso que aconteceu hoje, meu coração se enche de alegria de poder compartilhar isso com outros pais, o universo das crianças é muito limitado e a sociedade não tem a cultura de inclusão". Disse, Gleicy.

Todo 2 de abril é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, data decretada pela ONU (Organização das Nações Unidas), desde 2008, pedindo mais atenção ao transtorno do espectro autista (nome "oficial" do autismo). No Brasil estima-se que tenhamos 2 milhões de autistas, mais da metade ainda sem diagnóstico.

  

A Karen Loureiro Lima, que tem uma filha de 8 anos fala sobre a importância do espaço de inclusão que o bombeiro vem oferecendo. 

"Pra nós mães é muito gratificante, porque a gente sabe que o projeto de inclusão ainda caminha em passos curtos. A receptividade deles aqui foi maravilhosa. Acima de tudo a gente pode mostrar para as pessoas que nossos filhos são especiais sim, mas não pela condição ou dificuldade deles, é importante o trabalho que o bombeiro faz, por que eles acreditam na inclusão".  

  

O Coronel Zanelli esteve presente e ressaltou a importância da causa e o envolvimento do Corpo de Bombeiros Militar do Pará com o Projeto Bombeiro Azul. 

"Nós do CBMPA sempre vamos recebe-los de braço e coração abertos. Se vocês verem que a alegria dos filhos de vocês foram satisfatórias nós também estamos felizes. A nossa missão está baseada na solidariedade e no amor. Eu e o Coronel Lima estamos lisonjeados de receber vocês aqui, é uma honra imensa ter vocês aqui conosco. 

Texto: V.C Carlos Yury

Fotos: Sgt Carlos

Revisão: V.C Eduardo Monteiro