Equipe do CBMPA realiza resgate em Mosqueiro

 
  

Por volta das 10h da manhã, desta quarta feira (03), o Centro Integrado de Operações acionou as guarnições do 20° Grupamento Bombeiro Militar - Mosqueiro e a do Grupamento Marítimo Fluvial, as quais foram empenhadas para realizar atendimento de um acidente que ocorreu na ponte de Mosqueiro. 

  

Um carro com duas pessoas, Edna de Oliveira Moreira, 87 anos e Maria Santiago David Moreira de 58 anos que vinham do hospital no sentido Belém - Mosqueiro caiu da ponte. Segundo relatos, Dona Edna começou a passar mal dentro do carro e com o desespero Maria Santiago se distraiu e perdeu o controle do veículo, jogando o mesmo sobre a mureta da ponte que acabou caindo na Baia do Furo das Marinhas. No momento de sufoco e desespero, Maria Santiago conseguiu se soltar do cinto de segurança e gritou pedindo por socorro. Em instantes foi socorrida pelo senhor Almeirindo Cordeiro, um pescador que estava trabalhando e viu o momento em que o carro caiu e por um Moto Taxista que estava atrás do veículo. Edna de Oliveira que estava no banco do passageiro, não conseguiu se soltar do cinto de segurança e acabou afundando com o veículo. 

  

"Eu estava debaixo da ponte ajeitando a minha rede de pesca e vi o carro caindo. Uma senhora apareceu boiando e eu fui ajudar com a minha canoa, ela estava desesperada e pedia para eu socorrer a outra pessoa do carro, mas eu não pude fazer nada." Relatou o pescador. 

   
A equipe de resgate do Corpo de Bombeiros do 20º Grupamento Bombeiro Militar - Mosqueiro foi a primeira a chegar ao local e realizou o resgate do corpo de Edna de Oliveira Moreira, já em óbito. Maria Santiago foi levada para a UPA de Santa Barbara, e de acordo com os familiares já recebeu alta e passa bem.
O GMAF - Grupamento Marítimo Fluvial também se fez presente no local do incidente, sob o comando do Major Wagner, juntamente com o apoio da Capitania dos Portos. As equipes chegaram rapidamente para dar início ao resgate do veículo. 

    

"Em algumas operações, a duração é bem maior, mas no caso dessa ocorrência o apoio da Marinha do Brasil e trabalhadores que estavam numa balsa de uma empresa privada que estavam no local foi essencial, assim como as condições climáticas" afirmou o Major. 

A operação começou por voltar das 11h da manhã com mergulhadores já na água. Os militares do Grupamento Fluvial fizeram a atracação do veículo para reflutuação, sendo o carro conduzido até o pier da ponte e em seguida, o veículo foi entregue a família para a remoção de objetos pessoais. A operação terminou por volta das 18h. 

O Soldado Mergulhador Britto, que está há 8 anos desenvolvendo trabalhos no GMAF afirma que durante o processo é necessário contar com o apoio de vários fatores.

  

"O clima influencia durante o processo de atracação e remoção. Como a primeira parte do processo é feita dentro d'água, dependemos muito da maré, estando forte ou não, precisamos realizar o trabalho de forma correta e segura para atracar o veículo no local certo" afirmou.

   
A equipe do GMAF recebeu apoio da Capitania dos Portos - Marinha do Brasil e de trabalhadores que estavam em uma balsa pertencente a uma empresa privada, responsável pela manutenção da ponte. 

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará agradece o apoio prestado aos militares e civis envolvidos nessa operação. Para a família da vítima os nossos sinceros sentimentos. 

Texto: ASCOM/CBMPA

Fotos: Sgt Carlos